Digite sua palavra-chave

post

Alunos do Terceirão participam de mais um Águias pelo Mundo

Alunos do Terceirão participam de mais um Águias pelo Mundo

“A paz sem voz não é paz, é medo” foi o tema da 2.° edição de 2019 do “Águias pelo Mundo”, que aconteceu hoje no Colégio Santo Anjo.

O “Águias pelo Mundo” é uma aula especial de atualidades, realizada com os alunos do Terceirão, na qual eles debatem, junto aos professores e convidados especiais, temas de relevância social.

Nessa edição, os organizadores escolheram debater o tema da violência, abordando os 20 anos do massacre escolar de Columbine, que aconteceu na cidade de Colorado, Estados Unidos.

No Brasil, um caso semelhante aconteceu neste ano na cidade de Suzano, em São Paulo.

Alunos participam de aula-debate para aprimorar seu pensamento crítico

Para ampliar a discussão, a Jornalista Estelita Hass Carazzai foi convidada a compartilhar suas experiências com os alunos. Ela atuou por 9 meses em Washington nos Estados Unidos e, neste período, fez a cobertura jornalística de 3 grandes massacres protagonizados por estudantes.

“Eu tive a oportunidade, como jornalista, de ir a áreas de conflito, conversar com pessoas que são personagens da notícia. Então, trazer essas vivências para esses jovens é algo que agrega na formação humana e ajuda a ampliar o universo deles, assim como o meu universo foi ampliado pela experiência deles”, contou a jornalista.

Estelita Hass Carazzai conversa com os alunos do Terceirão sobre violência

O debate foi conduzido pelos professores das disciplinas de Sociologia, Filosofia, Biologia e Literatura, que exploraram a temática da banalização da violência, a discussão sobre o bullying e o fácil acesso a conteúdos sobre violência, que os jovens têm acesso diariamente.

Além de desenvolver um olhar mais crítico e humano sobre fatos da atualidade, discussões como essa são de extrema importância para os alunos que irão prestar vestibulares e também o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Esse é um projeto exclusivo para o Terceirão, pensando em uma postura mais crítica e na formação humana do aluno. A gente traz temas da atualidade que têm potencial de cair em provas de vestibular e Enem. Escolhemos essa temática porque ela afeta diretamente o jovem, seja pela mídia ou por outros processos como videogames e livros, então é importante falar sobre a banalização da violência”, explica a Professora de literatura Larissa Tavares, que também coordena a área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, no Colégio Santo Anjo.

Mais que uma formação acadêmica de excelência, o Colégio Santo Anjo se preocupa com a formação do pensamento crítico e cidadão dos seus alunos.

Sobre a convidada: Estelita Hass Carazzai é formada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Positivo e possui especialização em Gestão da Comunicação Organizacional pelo Centro Universitário FAE. Já atuou como repórter na Gazeta do Povo e no jornal Folha de S. Paulo, com passagens pela correspondência em Washington (EUA) e em Curitiba (PR). Hoje trabalha como repórter na Band News.